Glicose alta: causas, consequências e tratamento

Glicose alta

Os exames de rotina são fundamentais para avaliarem a condição do organismo e perceber e tratar problemáticas ainda em sua fase inicial. A glicose alta é um exemplo de complicações que podem ser identificadas por meio dessa avaliação, fazendo com que haja uma mudança de hábitos.

Assim como as dores corporais e da dentição podem ser tratadas por medicamentos como a nimesulida, a glicose alta também pode ser tratada por medicamentos, entretanto, possui outras formas de controle. Saiba mais sobre a glicose alta, sobre suas causas e tratamento:

O que é glicose?

A glicose se trata de um carboidrato que atua como uma das principais fontes de energia do corpo. O pâncreas é o órgão responsável por produzir a insulina, um hormônio que faz com que a glicose trafegue pelos vasos sanguíneos e chegue aos tecidos do organismo.

Contudo, a quantidade de glicose no sangue deve ser controlada, uma vez que a ideal é de 99 miligramas por decilitro (mg/dL) após 8 horas de jejum. Alterações mínimas desse número não indicam o diabetes, entretanto, novos exames podem ser recomendados pelo médico.

Causas da glicose alta

O pâncreas quando possui dificuldades para a produção de insulina, faz com que a produção desse hormônio entre em déficit e que a glicose existente não seja aproveitada da maneira devida. Comumente, isso se deve a uma maior funcionabilidade do pâncreas, fazendo com que ele fique sobrecarregado, o que promove a maior concentração de açúcares no sangue e assim a hiperglicemia. A produção de energia é dificultada e o nível de glicose aumenta ainda mais.

A glicose alta em si é caudada pela demasia de açúcar e gordura no organismo, que é devida a uma alimentação desequilibrada. Outra causa é o sedentarismo, que diminui os gastos de energia e favorece esse aumento. A hiperglicemia pode ser causada por outros fatores como alto nível de estresse, uma vez que influência comportamentos de compulsão alimentar e medicamentos que atuam na sintetização e utilização da insulina no organismo.

A glicose alta e suas consequências

A glicose alta pode ser percebida por uma série de sintomas, sintomas que podem ser influenciados por demais complicações ou confundidos como algo comum. Entre eles pode se destacar: fadiga, enxaqueca, visão nebulosa, sede excessiva e constante vontade de urinar.

Se a glicose alta for constante, pode se surgir sintomas como náuseas e vômitos, dor na região do abdômen, infecções frequentes e boca seca. Os sintomas da glicose alta podem caracterizar a incidência de demais riscos a saúde como o diabetes.

Como abaixar o nível de glicose?

Para que abaixar o nível de glicose e impedir a sua evolução para o diabetes, é importante que o paciente tenha noção de seus maus hábitos e se preocupar quanto a suas mudanças comportamentais. A adesão de uma vida mais saudável, com a pratica frequente de exercícios, uma alimentação saudável e equilibrada, evitando ao máximo a ingestão de gorduras e açúcar, é a solução indicada para que o nível da glicose se restabeleça.

A prática da atividade física aumenta o gasto de glicose, o que favorece o controle de sua concentração no sangue, além de fazer com que a produção de insulina assuma a taxa indicada. São vários os tipos de atividades físicas e não há desculpas para continuar parado.

Quanto a alimentação, a reeducação é a melhor opção, priorizar o consumo de frutas, verduras e legumes ao invés de alimentos manufaturados é a sua base, entretanto, em caso de dificuldades nesse processo, consulte um nutricionista.

Ajuda médica

O indicado é que as consultas ao consultório médico sejam regulares para que alterações como a glicose alta e o colesterol alto sejam identificadas previamente. Uma vez com a presença de certos sintomas, complicações de saúde advindas dessas mudanças não podem ser prevenidas e há a maior chance de a condição se agravar, evidenciando a importância do tratamento devido.

Não hesite em contatar ajuda médica na presença de sintomas e evite ainda mais complicações. É adotando hábitos cotidianos mais saudáveis e contatando o seu médico não só quando necessário que não só a glicose alta, mas demais problemas de saúde são combatidos com sucesso. A sua maior qualidade de vida depende de cuidados básicos, mas que fazem a diferença.

Recommended Posts