Conheça o ranking das cirurgias mais buscadas por quem sofre bullying

Conheça o ranking das cirurgias mais buscadas por quem sofre bullying

O bullying é uma palavra de origem inglesa, que pode ser definido como um conjunto de violências, sejam elas verbal, física ou psicológica, que se repete por um determinado período. Na maioria dos casos, essa humilhação tem o poder de intimidar e traumatizar a vítima de uma forma que ficam marcas pelo resto de sua vida, podendo desencadear depressão e distúrbios comportamentais.

As vítimas que passam por esse tipo de bullying são chamadas por apelidos vexatórios, principalmente quando essa pessoa possui o nariz desproporcional ao rosto, orelhas “de abano”, estar acima do peso, entre outros detalhes e problemas que podem despertar a crueldade das pessoas. Por isso, na maioria dos casos, as pessoas que passam por isso, buscam a cirurgia plástica como uma alternativa para minimizar os traumas causados pelo bullying.

Três cirurgias mais buscadas por quem sofre bullying

Segundo dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o número de procedimentos estéticos em jovens cresceu mais de 140%, sendo que a maioria deles está relacionado com a realização de cirurgias plásticas. Entre as justificativas eles citaram insatisfação com a própria imagem e, devido ao padrão estipulado pela sociedade, principalmente dentro das redes sociais.

Dentre as cirurgias mais buscadas podemos citar 5 delas:

  1. Bariátrica

A obesidade pode ser definida como o acúmulo de gordura corporal presente no indivíduo, e a procura por cirurgia bariátrica e está no topo do ranking das cirurgias mais buscadas, principalmente pelas vítimas de bullying. Esse grave problema deve ser acompanhado tanto em crianças quanto nos adultos.

Suas causas podem ser por diversos fatores, assim como:

  • Genética;
  • Hábitos alimentares ruins;
  • Disfunções endócrinas.

É extremamente importante, nesses casos, contar com o acompanhamento de um especialista para que ele consiga orientar o paciente da melhor forma possível e direcioná-lo para outros profissionais caso necessário, assim como um nutricionista e um psicólogo.

  1.  Otoplastia

A segunda cirurgia mais buscada pelas vítimas de bullying, a otoplastia é indicada para quem deseja realizar a correção das orelhas de abano ou as que causam algum tipo de desconforto estético à pessoa. O foco dessa cirurgia plástica é tanto estético quanto funcional, e o cirurgião preza pela forma das orelhas, volume e pela posição, de modo que ele consiga harmonizar as orelhas com o rosto do paciente.

De modo geral, o incômodo do paciente com relação às suas orelhas é o que determina a necessidade de realizar a otoplastia. Ela pode ser realizada em crianças a partir dos seis anos, uma vez que na idade da pré-escola o crescimento das orelhas chega a quase 100% do seu tamanho final.

  1. Rinoplastia

Esse tipo de cirurgia é realizado no nariz e tem diversas indicações, tanto para as pessoas que desejam diminuir o seu tamanho, quanto para mudar a sua estrutura. A rinoplastia também está entre as cirurgias mais buscadas, podendo ser realizada a partir do completo desenvolvimento do paciente, ou seja, após os 16 anos de idade.

De acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), 64,5% das pessoas que se submetem a esse tipo de intervenção são jovens de 19 a 34 anos. E existem diversos tipos de subtipos de cirurgias do nariz, entre elas podemos citar:

  • Rinoplastia estética;
  • Rinoplastia funcional;
  • Rinoplastia ética;
  • Rinoplastia pós-traumática ou reconstrutiva;
  • Rinoplastia secundária ou revisional.

Vale ressaltar que antes de recorrer a esse tipo de procedimento, é preciso contar com a ajuda de um profissional especializado para ajudar nessa tarefa e empedrar esse indivíduo sobre seus direitos, recuperando a sua autoestima, autoconfiança, a fim de conseguir se posicionar frente às adversidades.

Recommended Posts